Como Montar uma Loja de Roupas: Dicas Para Definir o Melhor Público-alvo

Na hora de pensar sobre como montar uma loja de roupas é importante dar destaque para a definição do público-alvo, pois é fundamental saber para quem se quer vender e como alcançar essa parcela de consumidores. Embora tenha crescido significativamente o número de lojas de roupas nos últimos anos ainda há espaço para que novas empresas se consolidem no segmento.

5 Dicas de como montar uma loja de roupas

O vestuário além de ser uma necessidade também é uma forma de expressão e por isso direcionar os esforços de comunicação do seu negócio para o público certo é tão fundamental. A seguir listei dicas para quem está iniciando o seu empreendimento e precisa definir melhor os contornos da sua marca para se posicionar no mercado.

1 – Saiba quem é o público-alvo da sua loja

Para ter mais chances de sucesso ao abrir a sua loja de roupas é necessário ter bem definido o perfil de quem serão seus clientes, pois isso impacta na escolha da localização do ponto, dos meios de comunicação utilizados, escolha de fornecedores, faixa de preços das peças entre outras questões.

E quando falo sobre definição de público-alvo me refiro a mais do que somente determinar se irá vender roupas femininas, masculinas e/ou infantis. Conheça os hábitos de compra assim como os desejos dos seus clientes. Considere quanto às pessoas para quem seus produtos se destinam estão dispostos e podem pagar, em que região da cidade elas costumam passar, quais suas marcas prediletas, o biótipo mais comum entre elas, como reagem a modismos etc.

Criar uma persona – um personagem que contempla o conjunto mais significativo de características do seu público-alvo – é uma forma de ter uma ideia mais prática de quem são esses indivíduos e o que irá ou não lhes atrair. Ao abrir uma loja de roupas você precisará atrair o seu público para conhecê-la para construir sua cartela de clientes.

2 – Determine um nicho

Um dos principais conselhos que dou para quem está iniciando o seu empreendimento é trabalhar com um nicho específico de consumidores para evitar bater de frente com os grandes magazines. Lojas de roupa de pequeno porte e/ou que estão no começo de sua história precisam primeiro construir um nome junto aos clientes antes de tentar ser a escolha preferencial em comparação as gigantes do setor. Faça uma pesquisa de mercado para identificar se há algum nicho que não está sendo devidamente atendido.

3 – Menos é mais

Com o público-alvo definido fica mais fácil determinar que tipo de peças irá compor o estoque da sua loja. No começo é interessante não apostar num mix de produtos muito diversificado uma vez que pode ser complicado divulgar e vender tanta variedade.

Se estiver trabalhando com um nicho bem específico de público isso fica ainda mais claro haja vista que geralmente esses indivíduos vão em busca de peças particulares. Fique atento ainda ao gerenciamento de estoque, se houver inúmeras linhas de roupas pode ficar difícil manter tudo sob controle.

4 – Escolha do ponto comercial

Sabendo quem é o seu público-alvo e que tipo de roupas irá vender chega o momento de decidir o local do ponto comercial. A localização é um fator determinante para o sucesso do seu empreendimento, deve ser um ponto que esteja no caminho do seu público-alvo e que de preferência conte com bom movimento de transeuntes.

Se conseguir emplacar vendas para pessoas de fora do seu público-alvo terá ainda mais fôlego para se manter no mercado. Uma dica para ter certeza a respeito da escolha do ponto comercial é visitar o local de dia e de noite. Conheça a rotina do bairro para ter certeza de que é um lugar seguro tanto de dia (horário de funcionamento da loja) como de noite.

5 – Considere algum nível de atendimento virtual

Se o seu empreendimento tiver estrutura e for possível realizar o investimento considere ter uma loja virtual em paralelo, assim é possível expandir as suas vendas para outros estados do Brasil. Porém, se o e-commerce não é uma possibilidade para a sua companhia a dica é oferecer para seu público algum tipo de atendimento virtual, pois esse é um braço considerado relevante entre os consumidores.

Sua loja pode ter um site com um catálogo com fotos dos produtos e informações sobre os tamanhos e cores disponíveis ou até mesmo contato direto pelas redes sociais em que os interessados podem fazer perguntas. Como a rotina das pessoas está cada vez mais corrida possibilitar que os clientes listem peças que querem experimentar e marquem uma hora para serem atendidos pode ser um diferencial competitivo e tanto. Facilitar a vida dos consumidores é uma maneira de fidelizá-los.

Gostou dessas dicas para definição e fidelização do público-alvo da sua loja de roupas?

Copyright: 531609274 – https://www.shutterstock.com/pt/g/snvv

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos

Marcus Marques

Empresário e Empreendedor
Marcus Marques é mentor e referência em gestão para pequenas e médias empresas. É sócio diretor do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC*, empresa líder de mercado construída junto com seu Pai (José Roberto Marques) que tem mais de 500 colaboradores. Seu conteúdo é recomendado pela Exame.com e foi eleito em 2016 Empreendedor do Ano com o #PJB Prêmio Jovem Brasileiro. Com base em sua formação e experiência prática, criou a metodologia Acelerador Empresarial, onde mais de 1.000 empresas já participaram de seus programas Quer conhecer os resultados e o perfil completo? Veja tudo sobre o Marcus aqui.

CONTATE-ME

TERMOS E CONDIÇÕES | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

© 2018 MARCUS MARQUES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CNPJ:25.048.157/0001-18 – MARCUS MARQUES INSIGHTS LTDA

AL MARACANA – 1029 CEP: 74.674-150 – QUADRA119 LOTE 21 CASA 02 SALA 01