Emissor de Nota Fiscal – Como Escolher o Melhor Para Minha Empresa?

Desde 2017 os empresários devem ter um emissor de nota fiscal para a emissão das suas NF-e, as notas fiscais eletrônicas. De 2006 (quando foi criado o plano de NF-e no Brasil) até esse período a emissão era realizada gratuitamente pela SEFAZ, contudo, esse aplicativo foi desativado. Saber como escolher o melhor emissor para as necessidades da sua empresa é essencial.

Emissor de nota fiscal: A necessidade de escolher um para sua empresa

O aplicativo da SEFAZ foi durante anos a alternativa escolhida pelos empresários devido a sua gratuidade, no entanto, as dificuldades de uso e falta de eficiência fez com que o número de usuários fosse decaindo significativamente no decorrer do tempo. Uma das principais reclamações dos usuários do aplicativo do SEFAZ é que os campos precisavam ser novamente digitados constantemente e ainda por cima nota por nota.

Problemas técnicos recorrentes também fazia com que houvesse problema para a transmissão de dados e consequentemente para a validação das notas. Uma companhia que realizasse um volume grande de vendas por mês podia ter ônus pesados. Em dado momento ficou constatado que a estrutura do app da SEFAZ não era o que mercado necessita e por isso se abriu ainda mais o leque das opções dos emissores pagos.

Antes que pareça apenas mais uma despesa para a sua organização saiba que o emissor de nota fiscal pode ter funcionalidades interessantes para uma boa gestão como auxiliar gerenciar o estoque, ter controle sobre as finanças, ter a geração de relatórios adicionais entre outros. Vale a pena investir numa ferramenta que possa se tornar sua auxiliar na administração do seu empreendimento.

O que é NF-e?

Basicamente a Nota Fiscal Eletrônica é um documento online que faz o registro da venda de um produto. A ideia é substituir os modelos impressos e armazenar os seus dados com facilidade no formulário chamado de Danfe (Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica).

Como escolher um emissor de nota fiscal para sua companhia

A seguir vou dar dicas do que considerar na hora de escolher o emissor para te ajudar com as suas NF-e.

Pesquisa e comparação

Para encontrar a melhor opção de emissor de nota fiscal eletrônica para a sua empresa o ideal é fazer uma pesquisa detalhada e comparativa. Basta dar um Google para encontrar a opinião de especialistas no assunto (abaixo vou apresentar os principais softwares para a emissão das notas).

Integração com outros sistemas

Esse tópico é fundamental para que a sua organização não perca dados que já estão armazenados de outros softwares. Informe-se se esse sistema poderá ser usados por diferentes setores da companhia para a obtenção de dados. Buscar novas alternativas não deve significar encontrar novos problemas, mas sim boas soluções.

Certificado digital

A legalidade de uma nota fiscal eletrônica depende da certificação digital, consiste na tecnologia que confirma que a nota é autêntica assim como a integralidade desse documento. Seria mais ou menos como uma assinatura da companhia para validar um documento emitido por ela.

Integração com o meio de pagamento

Para que o emissor de nota fiscal seja o ideal para a sua companhia é importante que ele tenha fácil integração com o meio de pagamento adotado pela sua organização. Isso vale especialmente para quem realiza vendas pela internet, se o emissor estiver embutido no sistema de pagamento será ainda melhor.

Custo-benefício

O ideal é ter um software que entregue qualidade de acordo com o custo que gera para o seu negócio. Pagar caro por algo que não funciona bem ou que não atende a todas as demandas pode significar uma perda para as suas finanças.

Principais softwares para emissão de nota fiscal eletrônica

A seguir listei os principais softwares que realizam a função de emitir NF-e.

ContaAzul: o diferencial desse emissor de nota fiscal é que ele faz parte de uma estrutura bem maior voltada para a gestão das finanças do empreendimento. Destaca-se por oferecer um serviço de emissão de notas mais veloz e prático assim como trabalhar com mais facilidade para importar dados do certificado digital.

Nfe.io: a interface desse software é bastante prática permitindo armazenar dados e acompanhar o ritmo de vendas da sua organização. Além disso, no Nfe.io é possível realizar o cadastro de várias companhias. Dentre as suas funcionalidades também está acessar dados de pessoas jurídicas diretamente da Receita Federal.

Enotas: um software que promete ter mais facilidade para baixar arquivos PDF e XML assim como armazenar documentos de emissões gratuitas, envio de notas através de e-mail e verificação de vendas antigas.

Notajá: esse software deve ser baixado e instalado, para que os usuários não tenham dúvidas possui um sistema de chat. Além de emitir notas fiscais esse sistema contribui para fazer a gestão do fluxo de caixa, fazer o cálculo de substituição tributária e até mesmo gerar boletos.

Gostou das dicas de como escolher um emissor de nota fiscal para a sua companhia? Deixe seus comentários abaixo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Outros Artigos

Marcus Marques

Empresário e Empreendedor
Marcus Marques é mentor e referência em gestão para pequenas e médias empresas. É sócio diretor do Instituto Brasileiro de Coaching - IBC*, empresa líder de mercado construída junto com seu Pai (José Roberto Marques) que tem mais de 500 colaboradores. Seu conteúdo é recomendado pela Exame.com e foi eleito em 2016 Empreendedor do Ano com o #PJB Prêmio Jovem Brasileiro. Com base em sua formação e experiência prática, criou a metodologia Acelerador Empresarial, onde mais de 1.000 empresas já participaram de seus programas Quer conhecer os resultados e o perfil completo? Veja tudo sobre o Marcus aqui.

CONTATE-ME

TERMOS E CONDIÇÕES | POLÍTICA DE PRIVACIDADE

© 2018 MARCUS MARQUES. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CNPJ:25.048.157/0001-18 – MARCUS MARQUES INSIGHTS LTDA

AL MARACANA – 1029 CEP: 74.674-150 – QUADRA119 LOTE 21 CASA 02 SALA 01